MENSAGEM SUBLIMINAR






Cartaz do Filme Silêncio dos Inocentes

O filme Silêncio dos Inocentes ganhou Oscar e seu cartaz está na capa do livro homônimo, publicado pela Editora Record.

Baseando-me na Árvore de Porfírio (Alexandria, século III a.C.), classifiquei os subliminares em gêneros e espécies.

Batizei de ICONESO (criando a Semiótica Subliminar) o gênero de imagens embutidas, e classifiquei espécies deles sob uma fórmula (Quantidade de Informação dividida pelo Tempo/Espaço de exposição = Subliminar).



Fazendo analogia com os níveis de queimadura da pele, pode-se classificar as imagens encontradas no cartaz deste filme em ICONESOS de 1º grau (a caveira branca dentro da mariposa), de 2º grau (as três mulheres brancas nuas - efeito subliminar Arcimboldo) e de 3º grau (as outras quatro mulheres nuas, cor de laranja).

Veja a ilustração e procure o cartaz do vídeo ou a capa do livro para verificar a existência destes subliminares embutidos.




O Vampiro Subliminar

Retire em vídeo o filme Drácula, de Coppola, e vá até a cena em que o vampiro, sob a forma de lobisomem, faz amor com a moça de vermelho no jardim.

Repare que ele pára, a câmera dá close e ele fala para a outra jovem (Mina), ''- Não me veja! (- Don't see me!)'', e cai um relâmpago que ilumina tudo.

Coloque a imagem no quadro a quadro durante o raio, em um frame (1/30 de segundo) e veja que aparece o rosto do ator sem maquiagem, forma subliminar de espécie taquicoscópica.

Antes, o ator apareceu maquiado de velho, agora de lobo. E este subliminar prepara nosso inconsciente para reconhecê-lo mais tarde, nas cenas subseqüentes, como o nobre sofisticado.


















Este é um exemplo de subliminar em obra de arte, sem o objetivo de vender produtos ou eleger corruptos. É um efeito estético como os realizado por Greenaway no filme Prospero's Books, além de outros...

Nem todo subliminar é mau e nocivo; veja, além das artes, os subliminares didáticos e terapêuticos para curar fobias e trauma psíquicos.

Toda tecnologia é um instrumento e, por isto, neutra em si mesma.

Importante é o uso que os homens fazem dela - este sim pode ser valorado como bom ou mau.

Voltar








Ilustração feita por Renê Dalton
Ilustração feita por Renê Dalton
Ilustração feita por Renê Dalton
Ilustração feita por Renê Dalton